Orações

Deus nosso Pai, que sois todo poder e bondade, Dai a força àquele que passa pela provação, Dai a luz àquele que procura a verdade; Ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.

 

Deus! Dai ao viajantes a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o repouso.

Pai! Dai ao culpado o arrependimento, ao espírito a verdade, à criança o guia, ao órfão o pai.

Senhor! Que a Vossa bondade se estenda sobre tudo que criastes.

Piedade, Senhor, para aqueles que não Vos conhecem; esperança àqueles que sofrem. Que a Vossa bondade permita sempre aos espíritos consoladores derramarem por toda parte a paz, a esperança e a fé.

Deus! Um raio, uma faísca do Vosso amor pode abrasar a Terra! Deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão; todas as dores acalmar-se-ão. Um só coração, um só pensamento subirá até Vós, como um grito de reconhecimento e de amor.

Como Moisés sobre a montanha, nós Vos esperamos com os braços abertos. Oh! Poder… Oh! Bondade… Oh! Beleza… Oh! Perfeição… E queremos de alguma sorte alcançar a Vossa misericórdia.

Deus! Dai-nos a força de ajudar o progresso, a fim de subirmos até Vós; Dai-nos a caridade pura; Dai-nos a fé e a razão; Dai-nos a simplicidade, que fará de nossas almas o espelho onde se deve refletir a Vossa Pura e Santa imagem.

Eu gostaria de ser uma via láctea de estrelas, para que as noites da Terra fossem mais belas.

Mas na minha pequenez, eu te digo desta vez não podendo ser um arquipélago de astros, deixa-me ser um pirilampo na noite escura iluminando a amargura de quem anda na solidão.

Eu gostaria de ser, a chuva generosa que caindo sobre a terra porosa reverdece o chão, mas se eu não conseguir, eu te quero pedir para ser um copo com água fria matando a sede a agonia de quem se encontra na desesperação.

Senhor, eu gostaria de ser um jardim de flores de todas as cores para embelezar a Terra, mas na pobreza que minha alma encerra se eu não lograr eu te quero rogar para ser uma rosa solitária na frincha a da rocha derramando beleza da paisagem da natureza.

Eu gostaria Senhor de ser um trigal maduro para de pão replantar a mesa da humanidade, mas na minha soledade como nunca alcançarei deixa- me ser um grão que caindo no chão se multiplique num milhão e se transforme na benção do pão para humanidade sofredora em desesperação.

Eu queria ser a montanha altaneira de onde tivesse a visão da terra inteira, mas sou pó e nunca lograrei então te rogarei para ser uma pedra pavimentando o chão por onde os heróis caminhem na busca da sua iluminação.

Eu queria ser uma escada por onde os estetas e os artistas subissem da gloria da beleza, nunca poderei então te rogarei para ser um primeiro degrau.

Gostaria de ser um pomar de frutos maduros para matar a fome da sociedade, mas sou a arvore solitária de galhos distendidos, deixe-me ficar a sombra dessa arvore no caminho  para quando alguém passar  perto de mim eu lhe perguntar : Olá amigo, aonde vais? E se ele me interrogar quem és tu? Eu te direi sou teu irmão dá-me tua mão irei contigo sou teu amigo e lado a lado eu possa cantar.

Senhor eu gostaria de ser esteta, poeta, orador, artista, para encantar a grandeza de a tua magia porem me falta o estro, a poesia, a arte, a inspiração.

Deixa-me apenas dizer- te que eu amo a vida para agradecer-te por ser-me bela e colorida, então nada sendo  muito obrigado Senhor pelos dias que vivi, muito obrigado por que nasci, pelo ter amor , obrigado Senhor.

Senhor Jesus, muito obrigada!
Pelo ar que nos dá, pelo pão que nos deste,pela roupa que nos veste,pela alegria que possuímos,por tudo de que nos nutrimos.

 

Muito obrigada, pela beleza da paisagem,pelas aves que voam no céu de anil,pelas tuas dádivas mil!

 

Muito obrigada, Senhor!
Pelos olhos que temos,olhos que vêem o céu, que vêem a terra e o mar,que contemplam toda beleza!
Olhos que se iluminam de amor ante o majestoso festival de cor da generosa Natureza!
E os que perderam a visão ?
Deixa-me rogar por eles ao teu nobre coração!
Eu sei que depois desta vida, além da morte, voltarão a ver com alegria incontida…

 

Muito obrigada pelos ouvidos meus, pelos ouvidos que me foram dados por Deus.
Obrigado, Senhor, porque posso escutar o teu nome sublime, e, assim, posso amar.

 

Obrigada pelos ouvidos que registram: a sinfonia da vida,no trabalho, na dor, na lida, o gemido e o canto do vento nos galhos do olmeiro,as lágrimas doridas do mundo inteiro
e a voz longínqua do cancioneiro…
E os que perderam a faculdade de escutar ?
Deixa-me por eles rogar…
Eu sei que no Teu Reino voltarão a sonhar.

 

Obrigada, Senhor, pela minha voz.Mas também pela voz que ama, pela voz que canta, pela voz que ajuda, pela voz que socorre, pela voz que ensina, pela voz que ilumina…
E pela voz que fala de amor, obrigada, Senhor!
Recordo-me, sofrendo, daqueles que perderam o dom de falar
e o teu nome sequer podem pronunciar!…
Os que vivem atormentados na afasia e não podem cantar nem à noite, nem ao dia…
Eu suplico por eles, sabendo que mais tarde, no Teu Reino, voltarão a falar.

 

Obrigada, Senhor, por estas mãos, que são minhas alavancas da ação, do progresso, da redenção.
Agradeço pelas mãos que acenam adeuses, pelas mãos que fazem ternura, e que socorrem na amargura; pelas mãos que acarinham, pelas mãos que elaboram as leis e pelas que as feridas cicatrizam,retificando as carnes partidas, a fim de diminuírem as dores de muitas vidas!
Pelas mãos que trabalham o solo, que amparam o sofrimento e estancam lágrimas, pelas mãos que ajudam os que sofrem os que padecem. Pelas mãos que brilham nestes traços,
como estrelas sublimes fulgindo nos meus braços!

 

E pelos pés que me levam a marchar, ereto, firme a caminhar, pés da renúncia que seguem
humildes e nobres sem reclamar.
E os que estão amputados, os aleijados, os feridos e os deformados,
os que estão retidos na expiação por crimes praticados noutra encarnação.
Eu rogo por eles e posso afirmar que no Teu Reino, após a lida desta dolorosa vida, poderão bailar e em transportes sublimes com os seus braços
também afagar.Sei que lá tudo é possível quando Tu queres ofertar, mesmo o que na Terra parece incrível!

 

Obrigado, Senhor, pelo meu lar,o recanto de paz ou escola de amor,a mansão de glória
ou pequeno quartinho,o palácio ou tapera, o tugúrio ou a casa de miséria!

 

Obrigada, Senhor, pelo amor que eu tenho e pelo lar que é meu.Mas, se eu sequer nem um lar tiver ou teto amigo para me abrigar nem outra coisa para me confortar,se eu não possuir nada, senão as estradas e as estrelas do céu,como sendo o leito de repouso e o suave lençol,e ao meu lado ninguém existir: vivendo e chorando sozinho, ao léu…
Sem um alguém para me consolar direi, cantarei, ainda:Obrigada, Senhor,porque te amo e sei que me amas,porque me deste a vida jovial, alegre, por Teu amor favorecida…

 

Obrigada, Senhor, porque nasci,
Obrigada, porque Creio em Ti.
E porque me socorres com amor,
Hoje e sempre,
Obrigada, Senhor!

Amélia Rodrigues
Psicografado por Divaldo Pereira Franco

Pai-Mãe, respiração da Vida,

Fonte do som, Ação sem palavras, Criador do Cosmos !
Faça sua Luz brilhar dentro de nós, entre nós e fora de nós para que possamos torná-la útil. Ajude-nos a seguir nosso caminho.


Respirando apenas o sentimento que emana do Senhor.
Nosso EU, no mesmo passo, possa estar com o Seu, para que caminhemos como Reis e Rainhas com todas as outras criaturas.


Que o Seu e o nosso desejo, sejam um só, em toda a Luz, assim como em todas as formas, em toda existência individual, assim como em todas as comunidades. Faça-nos sentir a alma da Terra dentro de nós, pois, assim, sentiremos a Sabedoria que existe em tudo.


Não permita que a superficialidade e a aparência das coisas do mundo nos iluda, E nos liberte de tudo aquilo que impede nosso crescimento. Não nos deixe ser tomados pelo esquecimento de que o Senhor Criador é a Luz e a Glória do mundo, a Canção que se renova de tempos em tempos e que a tudo embeleza. Possa o Seu Amor ser o solo onde crescem nossas ações. Que assim seja !